Mídias sociais:



Imprensa

CEO da Amazon Brasil revela dois dos maiores erros da empresa e elogia Fred Trajano:

"Falha e inovação são irmãs gêmeas", diz o executivo, citando o CEO da empresa  

 

SÃO PAULO – Uma das filosofias da Amazon no mundo inteiro é assumir que falha e inovação são irmãs gêmeas. O conceito foi criado pelo fundador da empresa, Jeff Bezos, há muitos anos – e relembrado pelo CEO da unidade brasileira, Alex Szapiro, em evento realizado na última quinta-feira (20) pelo lançamento do livro A Nova Geração de CEOs.

“Se tem uma coisa que a gente sabe bem é falhar”, disse um divertido Szapiro no palco, ao lado dos organizadores do livro, Pierre Moreau, Jair Ribeiro, Giuliana Napolitano e Celso Loducca. Mas dois dos maiores erros cometidos pela empresa, segundo ele, possibilitaram o desenvolvimento de alguns dos produtos mais inovadores que lançou.

Fire Phone

Um desses grandes erros é recente: o smartphone Fire Phone, anunciado em junho de 2014, foi um grande fracasso. Prometendo navegação 3D inovadora através do uso de 4 câmeras, o lançamento fez barulho, mas as vendas duraram apenas um ano, descontinuadas em agosto de 2015.

“Não deu certo mesmo, o prejuízo foi de mais de US$ 130 milhões”, disse Szapiro. Mas os ganhos posteriores são imensuráveis: de acordo com ele, toda a tecnologia de voz da Alexa e do Echo utiliza o conhecimento adquirido justamente para a fabricação do smartphone.  Essas duas tecnologias vêm crescendo consideravelmente e se tornando grandes apostas da Amazon: na mesma quinta-feira, a empresa lançou mais de 10 novidades nessa frente de inteligência doméstica, incluindo um micro-ondas inteligente baseado no sistema da assistente pessoal.  

Leilão e concorrência

O outro grande erro destacado pelo executivo foi uma tentativa, em 1997, de literalmente “copiar” o eBay em uma plataforma de leilão online. Não durou muito. “Aquela falha gerou a criação do conceito de marketplace”, narra.

Imitar a concorrência, aliás, é considerado um grande erro pela companhia como um todo. Questionado sobre a Amazon Brasil e a referência do Magazine Luiza, case nacional, Szapiro sorri: ele considera a empresa totalmente bem-sucedida no quesito inovação dentro do varejo e se derrete em elogios a Frederico Trajano, atual CEO da brasileira. O filho da fundadora do Magalu, Luiza Helena Trajano, é considerado o principal responsável pelo movimento que tornou a varejista o maior sucesso da bolsa brasileira nos últimos 2 anos.

“O Fred é uma das pessoas mais extraordinárias que eu conheço no sentido de olhar o varejo e a inovação”, diz o executivo, mas reitera que o respeito não se traduz necessariamente em medo da competição. “A gente olha muito pouco para o concorrente, porque quando você olha para o concorrente, quer fazer igual e acaba esquecendo de olhar para o cliente”, justifica.

Ambos os executivos têm suas histórias contadas no livro apresentado durante o evento. Também participam Ana Thereza Borsari, da Peugeot; Andre Dorf, da CPFL, Carlos Jereissati Filho, da rede Iguatemi; Eduardo Fischer, da MRV; Eduardo Mufarej, fundador do RenovaBR; Marcio Santoro, copresidente da Agência África; Paula Bellizia, da Microsoft Brasil; Paulo Kakinoff, da Gol; Paulo Veras, fundador do 99; e Rodrigo Galindo, da Kroton. 

 


Serviços de qualidade pautados na ética, excelência e profissionalismo.

Conheça as áreas de atuação e descubra como o nosso escritório pode lhe ajudar a encontrar soluções
para os mais variados assuntos relacionados ao Direito.